terça-feira, 7 de outubro de 2014

Nossa Senhora do Rosário


Nossa Senhora do Rosário

Avelãs de Cima
No próximo Domingo dia doze de Outubro, realizam-se as Festas em honra de Nossa Senhora do Rosário  em S. Pedro Avelãs de Cima. Pelas dez horas e trinta minutos celebra-se a Eucaristia presidida pelo Padre Vitor Gabriel Santos. No final da missa realiza-se a  majestosa procissão desde a Igreja Matriz até à Capela da Cêrca, acompanhada pela Associação Musical da Bairrada. Durante a tarde irá decorrer um Festival de Ranchos Folclóricos com a presença dos seguintes grupos: O Gente Grupo Etnográfico, “A Nossa Terra”; Rancho Folclórico de Paredes do Bairro e o Rancho Folclórico de Vale Domingos. As mordomias da Igreja fazem um apelo para que as Famílias da Freguesia e não só compareçam, para que seja uma festa da e para a Família. A Mordomia da Senhora agradece a todos os que contribuíram para estes festejos.

António Leonel do Paço Araújo

Início Catequese / Escuteiros

AVELÃS DE CIMA
INÍCIO DA CATEQUESE/ESCUTISMO
No passado sábado dia vinte deu-se início ao novo ano da catequese e do escutismo na freguesia de Avelãs de Cima. Este ato foi iniciado com a celebração de uma missa presidida pelo Padre  Vitor Gabriel. Este ano teve a particularidade da simultaneidade  do começo das atividades do Agrupamento 836 e da  catequese. Durante a eucaristia foram destacados valores não só para a catequese mas também para o escutismo. “O empregador que pagou um denário a quem trabalhou o dia todo e deu o mesmo a quem só trabalhou algumas horas”; leva a atualidades do nosso mundo atual em “decapitações”, onde devemos pôr de parte as invejas e perguntar a nós mesmos o que o que já fizemos e contribuímos para mudar as realidades do nosso meio envolvente, onde parte dos nossos familiares tiveram de ir para outros países trabalhar. Durante a celebração foi feito um apelo para as crianças que tenham mais de seis anos e que pretendam entrar nos escuteiros que se dirijam aos Chefes do agrupamento. No final da missa as crianças, adolescentes e os jovens dirigiram-se ao seu grupo de catequese onde os catequistas deram as indicações de horário e de outras normas; não esquecendo que os catequistas são simplesmente colaboradores, sem o empenho dos pais, onde deve começar a catequese, nada se consegue. Nota de louvor para a catequista Lúcia que por motivos profissionais não pode este ano dar seguimento ao sexto ano.

António Leonel do Paço Araújo

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Profissão de Fé


Avelãs de Cima

Profissão de Fé
Um grupo de dezoito adolescentes quis assumir perante a comunidade cristã, na missa presidida pelo Pároco Vitor Gabriel Santos, que quer  continuar a assumir os compromissos que os seus pais e padrinhos assumiram no dia do seu Batismo. É de salientar o trabalho desenvolvido pelas catequistas Cristina Almeida e Maria de Lurdes com estes catequizados. Relativamente à catequista Cristina para além do trabalho desenvolvido na catequese é de enaltecer a sua brilhante participação nos cânticos do coro da Igreja . Uma palavra de apreço  aos pais que contribuem para o não abandono dos seus filhos na continuidade da catequese dos seus filhos. Dentro desta área da educação cristã é de referir o índice muito baixo a nível de inscrições na disciplina de Educação Moral Religiosa e Católica no Distrito de Aveiro.

António Leonel do Paço Araújo.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

1ª Comunhão


Avelãs de Cima

1ª Comunhão

No passado dia 11 de maio as crianças do terceiro ano da catequese tiveram um dia muito especial, pela primeira vez receberam o Corpo de Jesus. Durante a missa com a Igreja completamente cheia, presidida pelo pároco Vitor Gabriel Santos, foi-lhes referido  da importância  desta cerimónia. Este grupo de quinze meninos e quatro meninas que durante três anos foram preparados pelas catequistas Amélia Martins, Fernanda Santos e coadjuvadas por várias mães fizeram um percurso brilhante. Durante a eucaristia é de realçar a participação  das crianças e dos pais em vários momentos litúrgicos. A cerimónia culminou com um momento de emoção, cada criança ofereceu  uma rosa branca a Nossa Senhora, depositando-a a seus pés. Refira-se o tema abordado e que decorre durante esta semana que é : “ A Vida”, muito a propósito da sua importância quer pela maternidade, quer por todos os assuntos em seu redor, aborto, guerra entre os povos. A celebração foi acompanhada pelo coro da catequese de forma esplendorosa.

António Leonel do Paço Araújo 

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Festa da Vida


Festa da Vida
Dia da Mãe
No passado domingo dia quatro de Maio na Eucaristia dominical presidida pelo Pároco Vitor Gabriel dos Santos, os adolescentes do oitavo ano celebraram a Festa da vida. Esta classe da catequese tem sido orientada pelas catequistas Fernanda Pereira e por Emília Cruz que tem realizado um profícuo trabalho por estes catequizados que atravessam uma fase da vida onde os diversos caminhos  que lhes surgem carecem de uma orientação . Durante a cerimónia este grupo teve várias intervenções, é de realçar a leitura de um texto com frases alusivas à Mãe; da sua importância na geração da vida, na família e hoje em dia de uma forma geral nos diversos sectores da sociedade. Contudo é oportuno falar da baixa natalidade do nosso país e todas as consequências que daí podem ocorrer. O ano de 2013 foi o ano da mais baixa taxa de nascimento de crianças desde 1980; dá para reflectir. Durante a missa as mordomias distribuíram uma rosa a todas as mães presentes. Outro tema abordado foi a semana das vocações que está a decorrer, podemos referir sobre esta temática que a nível nacional estão a ser ordenados trinta e dois novos padres, tendo ocorrido cem óbitos.
António Leonel do Paço Araújo

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Parque do Passal


Avelãs de Cima – Parque do Passal
Durante esta pausa letiva da Páscoa a Comissão Fabriqueira lançou o desafio ao agrupamento de Escuteiros 836 de Avelãs de Cima, para sachar e adubar as árvores do parque situado atrás da Igreja. É de recordar que este projeto começou à oito anos com as crianças do 1º ciclo, de seguida as pessoas menos jovens do lar do Centro Social Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima e agora foi a vez das crianças, adolescentes, jovens e dos Chefes dos Escuteiros. A alegria com que desempenharam esta tarefa indica o carinho que tem pela natureza. A dificuldade desta atividade não foi fácil uma vez que antecedeu o corte da restante erva que tem sido graciosamente efetuado ao longo dos anos pelo Manuel de Boialvo e pelo Filipe de Ferreirinhos com os seus tratores. Relativamente às arvores existentes no parque é de salientar a biodiversidade o que leva a cuidados acrescidos porque algumas são de crescimento lento e requerem tratamento especial, o liquidâmbar com as suas folhas no outono de cores quentes (amarelo,laranja,castanho… ), o medronheiro, entre muitas outras que já fazem parte da coleção. Esta fase de árvores de sombra que já começa a ser visível,( as pessoas que só estão habituadas a ver crescer eucaliptos questionavam o andamento do parque…) posteriormente virão os Fontanários, mesas, bancos, ervas aromáticas… Não podemos esquecer todo o apoio que os Viveiros Melo e Cancela tem dado às plantações.
António Leonel Araújo

terça-feira, 11 de março de 2014

Elas aí estão - Sopas do 836 Avelãs de Cima

Participa elegendo a melhor sopa e ou concorrendo com a tua sopa.......